MP quer punir Empiricus por promover candidatura de João Doria

A PGE (Procuradoria-Geral Eleitoral) entrou com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral em que pede punição à empresa de análise de investimentos Empiricus, dona do site O Antagonista, por fazer propaganda antecipada da candidatura presidencial do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB); a página da consultoria na internet traz um anúncio que diz: "A candidatura de Doria pode te deixar rico"; a Empiricus também já espalhou ameaças e fez terrorismo eleitoral contra a candidatura do ex-presidente Lula; processo está agora nas mãos do ministro Herman Benjamin, do TSE

A PGE (Procuradoria-Geral Eleitoral) entrou com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral em que pede punição à empresa de análise de investimentos Empiricus, dona do site O Antagonista, por fazer propaganda antecipada da candidatura presidencial do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB); a página da consultoria na internet traz um anúncio que diz: "A candidatura de Doria pode te deixar rico"; a Empiricus também já espalhou ameaças e fez terrorismo eleitoral contra a candidatura do ex-presidente Lula; processo está agora nas mãos do ministro Herman Benjamin, do TSE
A PGE (Procuradoria-Geral Eleitoral) entrou com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral em que pede punição à empresa de análise de investimentos Empiricus, dona do site O Antagonista, por fazer propaganda antecipada da candidatura presidencial do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB); a página da consultoria na internet traz um anúncio que diz: "A candidatura de Doria pode te deixar rico"; a Empiricus também já espalhou ameaças e fez terrorismo eleitoral contra a candidatura do ex-presidente Lula; processo está agora nas mãos do ministro Herman Benjamin, do TSE (Foto: Gisele Federicce)

247 – A PGE (Procuradoria-Geral Eleitoral) quer punir a consultoria de investimentos Empiricus, dona do site O Antagonista, por fazer campanha antecipada à presidência da República para o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB).

O órgão paulista entrou com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em que pede punição à empresa de análise de investimentos devido a um anúncio divulgado na página da consultoria na internet com a seguinte mensagem: "A candidatura de Doria pode te deixar rico".

A consultoria diz ter relatórios de investimentos que mostram que o tucano é a melhor escolha para leitores do serviço financeiro. "Doria presidente? Tivemos acesso ao plano que pode multiplicar o seu patrimônio", diz ainda o texto. O processo agora está nas mãos do ministro Herman Benjamin, do TSE.

De acordo com reportagem do portal UOL, a ação da PGE argumenta que o objetivo da Empiricus com o anúncio é "captar votos para seu aliado político", de forma antecipada, o que "desequilibra a campanha eleitoral próxima, atingindo a igualdade de oportunidades entre futuros políticos".

A Empiricus também já espalhou ameaças e fez terrorismo eleitoral contra a candidatura do ex-presidente Lula, sustentando que o petista seria "a maior ameaça ao patrimônio da sua família dos últimos 27 anos".

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247