Na recessão de Temer, Fnac anuncia saída do Brasil

Em meio à pior crise econômica do Brasil, a distribuidora de produtos eletrônicos, culturais e eletrodomésticos francesa Fnac Darty anunciou nesta terça-feira, 28, que irá encerrar suas atividades no Brasil; Fnac  anunciou a intenção de vender a filial brasileira; o grupo "começou um processo ativo para buscar um sócio que dê lugar à retirada do país", segundo um comunicado, segundo a agência AFP; empresa está presente no Brasil desde o fim dos anos 1990

Em meio à pior crise econômica do Brasil, a distribuidora de produtos eletrônicos, culturais e eletrodomésticos francesa Fnac Darty anunciou nesta terça-feira, 28, que irá encerrar suas atividades no Brasil; Fnac  anunciou a intenção de vender a filial brasileira; o grupo "começou um processo ativo para buscar um sócio que dê lugar à retirada do país", segundo um comunicado, segundo a agência AFP; empresa está presente no Brasil desde o fim dos anos 1990
Em meio à pior crise econômica do Brasil, a distribuidora de produtos eletrônicos, culturais e eletrodomésticos francesa Fnac Darty anunciou nesta terça-feira, 28, que irá encerrar suas atividades no Brasil; Fnac  anunciou a intenção de vender a filial brasileira; o grupo "começou um processo ativo para buscar um sócio que dê lugar à retirada do país", segundo um comunicado, segundo a agência AFP; empresa está presente no Brasil desde o fim dos anos 1990 (Foto: Aquiles Lins)

247 - A distribuidora de produtos eletrônicos, culturais e eletrodomésticos francesa Fnac Darty anunciou nesta terça-feira, 28, que irá encerrar suas atividades no Brasil. 

A Fnac Darty anunciou a intenção de vender a filial brasileira. O grupo "começou um processo ativo para buscar um sócio que dê lugar à retirada do país", segundo um comunicado, segundo a agência AFP.

Empresa está presente no Brasil desde o fim dos anos 1990, mas, há alguns anos, já tinha apontado dificuldades para atingir um nível crítico no país.

O Brasil representa menos de 2% do volume de vendas total da Fnac, que possui cerca de uma dezena de lojas no país.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247.Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247