Não é o momento para liberalizar juros, diz BC da China

Zhou Xiaochuan, presidente do Banco do Povo da China, diz que avanar na liberalizao das taxas de juros na China agora poderia provocar problemas em reas que incluem os fluxos de capital

Não é o momento para liberalizar juros, diz BC da China
Não é o momento para liberalizar juros, diz BC da China (Foto: Jason Lee/REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Avançar na liberalização das taxas de juros na China agora poderia provocar problemas em áreas que incluem os fluxos de capital em razão da diferença entre as taxas de juros chinesas e as de países desenvolvidos, afirmou o presidente do Banco do Povo da China (PBOC, na sigla em inglês), Zhou Xiaochuan, segundo a agência estatal de notícias Xinhua. "Não é um momento muito bom para avançar em direção a taxas de juros orientadas pelo mercado", disse Zhou.

A autoridade também afirmou que a China pode ampliar a banda de oscilação do yuan quando os fluxos de entrada e saída de capital do país estiverem mais equilibrados. Neste ano, a China enfrentará os riscos da economia internacional, apesar das perspectivas positivas para a economia doméstica, e deve estar preparada para combater choques externos com instrumentos de política adequados, disse Zhou.

Segundo ele, os riscos das dívidas de governos locais e os empréstimos imobiliários na China são controláveis e a contenção da inflação é menos urgente do que era em 2011 por causa de uma desaceleração na alta dos preços. Um enfraquecimento econômico global provavelmente causaria uma grande onda de retirada de capital estrangeiro da China, observou Zhou. As informações são da Dow Jones.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email