Nassif detona o desastre pilotado por Ilan, no BC

"É inacreditável como a analise econômica brasileira se despregou totalmente da realidade econômica.  Por mais que a teoria econômica tenha se matematizado, não pode fugir dos fundamentos básicos da economia, da analise objetiva da realidade. Esses cabeças de planilha, no entanto, perderam a noção mínima sobre a relevância dos fatores que interferem na economia", diz o jornalista Luis Nassif, ao comentar a entrevista em que Ilan Goldfajn, do Banco Central, reconhece que o golpe não trouxe de volta os investimentos que viriam com a "confiança"

"É inacreditável como a analise econômica brasileira se despregou totalmente da realidade econômica.  Por mais que a teoria econômica tenha se matematizado, não pode fugir dos fundamentos básicos da economia, da analise objetiva da realidade. Esses cabeças de planilha, no entanto, perderam a noção mínima sobre a relevância dos fatores que interferem na economia", diz o jornalista Luis Nassif, ao comentar a entrevista em que Ilan Goldfajn, do Banco Central, reconhece que o golpe não trouxe de volta os investimentos que viriam com a "confiança"
"É inacreditável como a analise econômica brasileira se despregou totalmente da realidade econômica.  Por mais que a teoria econômica tenha se matematizado, não pode fugir dos fundamentos básicos da economia, da analise objetiva da realidade. Esses cabeças de planilha, no entanto, perderam a noção mínima sobre a relevância dos fatores que interferem na economia", diz o jornalista Luis Nassif, ao comentar a entrevista em que Ilan Goldfajn, do Banco Central, reconhece que o golpe não trouxe de volta os investimentos que viriam com a "confiança" (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Em artigo publicado no GGN, o jornalista Luis Nassif explica por que a política econômica de Henrique Meirelles e Ilan Goldfajn não trouxe de volta nem a confiança prometida, nem os investimentos.

"É inacreditável como a analise econômica brasileira se despregou totalmente da realidade econômica.  Por mais que a teoria econômica tenha se matematizado, não pode fugir dos fundamentos básicos da economia, da analise objetiva da realidade. Esses cabeças de planilha, no entanto, perderam a noção mínima sobre a relevância dos fatores que interferem na economia", diz ele.

"Os cabeções da equipe econômica – que o marketing tratou de 'dream team' – definiram que a recuperação viria pelo investimento privado. Era evidente, desde o início, que não viria, como cansamos de apontar aqui. O investimento privado só ocorre nas seguintes circunstâncias: Fator central - quando há demanda não atendida pela capacidade instalada da economia. Fatores secundários – acesso a financiamento, estabilidade de preços, confiança na política econômica. Simples assim. Sem demanda, não há investimento."
 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247