‘Nova gasolina’: Governo muda especificações de combustível e preço deve subir

O governo mudou as especificações para a gasolina consumida no Brasil, por meio da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis). As novas regras estabelecem uma massa específica mínima e um valor mínimo de octanagen RON. Preço deve subir

(Foto: Paulo Whitaker/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A ANP mudou as especificações para a gasolina e o preço do combustível deve subir a partir de agosto. A mudança engloba um novo valor mínimo para a octnagem RON (sigla em inglês para número de octanas).

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que “na primeira fase das mudanças, que entram em vigor em 3 de agosto, o valor mínimo de RON será 92. Em janeiro de 2022, o número é elevado para 93, mais próximo dos 95 vigentes na maior parte da Europa. Para a gasolina premium, o valor mínimo será de 97 já em agosto deste ano.”

A matéria ainda informa que “as mudanças nas especificações eram defendidas pelas montadoras de veículos por facilitar o ajuste dos motores, mas esbarrava nas características do parque de refino da Petrobras. A estatal diz que vem preparando suas refinarias há alguns meses e que hoje todas já produzem seguindo as novas especificações.”

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email