CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

O apetite de Steinbruch

Dono da CSN toma emprstimo de R$ 1,5 bilho para tentar comprar a Usiminas

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Lu Miranda _247 - A CSN, Companhia Siderúrgica Nacional, tomou um empréstimo de R$ 1,5 bilhão com o Banco do Brasil por operação com emissão de nota de crédito à exportação. A finalidade do aporte não foi divulgada, mas suspeita-se que a intenção do bilionário Benjamin Steinbruch, dono da CSN, seja comprar a rival Usiminas.

A notícia foi apresentada em comunicado na noite da quarta-feira pela página da CVM, a Comissão de Valores Mobiliários. Antes, a siderúrgica havia anunciado aos acionistas que aderiu à oferta pública de aquisição de ações da Riversdale Mining Limited, promovida pela Rio Tinto.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ainda nesta quarta-feira, a CSN informou ao mercado o aumento no capital social da Usiminas com a compra de ações ordinárias e ações preferenciais. Desta forma, passou a ter 10,01% das ações ordinárias e 5,25% das ações preferenciais da Usiminas. No comunicado, a CSN reafirmou que continua a avaliar alternativas estratégicas com relação a seu investimento na Usiminas.

Medidas estratégicas na tentativa de vencer a disputa com a Gerdau pelo controle da Usiminas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A siderúrgica mineira, por sua vez, também publicou na CVM de que não tem conhecimento do interesse da Gerdau em adquirir participação na companhia.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO