O barco afunda e Temer toca violino

“Vamos sair da crise, alcançar o crescimento e o pleno emprego”, disse Michel Temer, na noite de ontem; “O Brasil tem capacidade de se reerguer”, afirmou; no entanto, em seus sete meses de governo, a recessão se aprofundou e 2017 já está perdido

“Vamos sair da crise, alcançar o crescimento e o pleno emprego”, disse Michel Temer, na noite de ontem; “O Brasil tem capacidade de se reerguer”, afirmou; no entanto, em seus sete meses de governo, a recessão se aprofundou e 2017 já está perdido
“Vamos sair da crise, alcançar o crescimento e o pleno emprego”, disse Michel Temer, na noite de ontem; “O Brasil tem capacidade de se reerguer”, afirmou; no entanto, em seus sete meses de governo, a recessão se aprofundou e 2017 já está perdido (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – À frente da maior recessão da história do País, Michel Temer prometeu "pleno emprego" na noite de ontem, ao receber o prêmio de Brasileiro do Ano, da revista Istoé.

 “Vamos sair da crise, alcançar o crescimento e o pleno emprego”, disse ele. “O Brasil tem capacidade de se reerguer”, afirmou.

No entanto, o golpe articulado por PMDB e PSDB já custou cerca de 10% do PIB – algo como R$ 600 bilhões – milhões de empregos.

Em 2015, os dois partidos inviabilizaram o segundo governo Dilma, com a agenda do "quanto pior, melhor", e o PIB caiu 5%.

Em 2016, aprofundaram a recessão, o que deve fazer com que o ano termine com queda de 3,5% do PIB.

Para piorar, 2017 já está perdido, e as previsões giram entre 0% e 1% de expansão – o que fará com que o desemprego continue aumentando.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247