O estilo Eike perde para o estilo Lemann

Enquanto o bilionário popstar Eike Batista foi quem mais perdeu riqueza em 2012, o discreto Jorge Paulo Lemann, da Ambev, se tornou ainda mais próspero

O estilo Eike perde para o estilo Lemann
O estilo Eike perde para o estilo Lemann
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Empresários não devem assumir o papel de celebridades. Quem argumenta é Elio Gaspari, apontando a diferença de comportamento entre Eike Batista, que se deu mal em 2012, e Jorge Paulo Lemann, que se tornou ainda mais próspero. Leia abaixo:

RISCO-CELEBRIDADE

O ano começou com a constatação de que é grande o risco de tratar empresários como celebridades. Risco maior, só o dos empresários que se fazem tratar como estrelas.

Eike Batista, o símbolo do milionário brasileiro do século 21, fechou o ano com o recorde mundial de perda de patrimônio (em papel): segundo a agência Bloomberg, ele vale US$ 10 bilhões menos do que valia no início de 2012.

Na outra ponta está Jorge Paulo Lemann, com seu proverbial horror à publicidade. O valor de mercado da Ambev cresceu 40,9%, chegando a US$ 129 bilhões.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email