Pais do real fazem plano de presidenciável trôpego

Última ida de Aécio Neves ao Rio foi no domingo, quando ele jantou com os economistas Pedro Malan, Edmar Bacha e Armínio Fraga, que serviram ao governo de FHC, também presente; ali, começava a nascer o plano econômico de uma candidatura que já virou éter, embora a Folha ainda acredite

Pais do real fazem plano de presidenciável trôpego
Pais do real fazem plano de presidenciável trôpego (Foto: Montagem/247)

247 – Ainda não se sabe a data exata do vídeo (assista) em que o senador mineiro Aécio Neves, nitidamente alcoolizado, distribui gordas gorjetas aos garçons bar Cervantes, em Copacabana, no Rio de Janeiro.

No entanto, a última ida de Aécio ao Rio foi revelada pela Folha de S. Paulo, na coluna Painel, de Vera Magalhães. O senador jantou com três economistas que serviram ao governo FHC: Pedro Malan, ex-ministro da Fazenda, Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, e Edmar Bacha, ex-secretário de Política Econômica. FHC também estava presente.

Segundo o texto de Vera Magalhães, o trio de economistas “construirá a agenda com a qual o pré-candidato tucano rodará o país”.

Aécio, segundo informa o texto, fará também um périplo por São Paulo, para dissipar os rumores de que há alguma dissidência no PSDB e que Geraldo Alckmin poderá vir a ser o candidato. “O senador mineiro vai visitar com Geraldo Alckmin Jundiaí, Santos e Ribeirão Preto. A dobradinha deve ajudar a dissipar a ideia de que o governador paulista planeja nova candidatura presidencial em 2014”.

Ou seja: segundo a Folha, o PSDB está unido como nunca em torno de Aécio. Mas o vídeo do senador alcoolizado ainda não havia caído no YouTube. Hoje, é um dos temas mais comentados no Twitter e seria mais prudente que Malan, Armínio e Bacha entregassem seu plano a outro candidato.

Saúde!

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247