Para agricultores italianos, acordo UE-Mercosul é como arma apontada para a cabeça", diz ministro

Setor agrícola italiano se opõe fortemente ao acordo comercial que a Comissão Europeia fez com o Mercosul em junho, disse o ministro italiano da Agricultura, Gian Marco Centinaio; “Expressamos uma forte preocupação”, disse; para ele, o acordo é como uma “arma apontada para a cabeça” do setor agrícola italiano, já que não oferece garantias

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O setor agrícola italiano se opõe fortemente ao acordo comercial que a Comissão Europeia fez com o grupo de países sul-americanos do Mercosul em junho, disse o ministro italiano da Agricultura, Gian Marco Centinaio, nesta segunda-feira.

“Expressamos uma forte preocupação”, disse Centinaio a repórteres em Bruxelas.

Ele afirmou acreditar que o governo italiano vai se opor ao acordo, que exige o voto da maioria dos países da UE para ser aprovado.

Ele disse que o acordo é como uma “arma apontada para a cabeça” do setor agrícola italiano, já que não oferece garantias.

“Haverá uma invasão de produtos”, disse Centinaio, que é um aliado próximo do vice-primeiro-ministro de extrema-direita, Matteo Salvini.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247