Parente quer aval do TCU para fazer a xepa da Petrobras em velocidade máxima

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, tenta acelerar o ritmo de seu feirão, que vende ativos da estatal a preço de banana; Parente espera conseguir "em até duas semanas" o sinal verde junto ao TCU (Tribunal de Contas da União) para imprimir "velocidade máxima" à venda de ativos; em dezembro, a corte determinou a suspensão da venda de ativos da companhia após detectar irregularidades

Presidente da Petrobras, Pedro Parente, e Petroquímica Suape .2
Presidente da Petrobras, Pedro Parente, e Petroquímica Suape .2 (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O presidente da Petrobras, Pedro Parente, afirmou que "provavelmente em duas semanas" tenha sinal verde do Tribunal de Contas da União (TCU) para recomeçar o programa de venda de ativos da companhia em "velocidade máxima"- Na quarta-feira, dia 8, o TCU poderá votar o processo que avalia a venda de ativos da Petrobrás, embora a pauta do tribunal ainda não tenha sido publicada. O tribunal suspendeu a venda de ativos da petroleira em dezembro após detectar irregularidades.

As informações são de reportagem de Mariana Sallowicz e Vinicius Nedero no Estado de S.Paulo

"Questionado, o presidente da Petrobrás não informou quais serão os próximos ativos a serem vendidos no programa. 'É algo que anunciaremos tão logo tenhamos essa nova forma (do programa de parceria e desinvestimentos) aprovada pelo TCU', afirmou Parente.

O executivo citou apenas que a companhia tem 'um amplo leque de ativos'. Parente citou a operação de transporte de gás, que já foi vendida ao fundo canadense Brookfield, campos de petróleo em águas rasas e a BR Distribuidora. "São vários ativos que vão adicionar, no fim, mais US$ 19 bilhões em parcerias e investimentos, para os próximos dois anos, incluindo este ano', disse Parente.

O presidente da estatal também demonstrou confiança na reversão, na Justiça, de ações judiciais que contestam a venda de ativos. 'Já conseguimos reverter algumas delas. Restam ainda duas ou três a reverter e vamos trabalhar nelas', afirmou Parente."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247