Paulo Guedes compara servidor público a "parasita"

Ministro da Economia voltou a atacar servidores públicos, classificando-os como uma casta privilegiada. "O hospedeiro está morrendo, o cara (servidor) virou um parasita. O dinheiro não chega no povo e ele (servidor) quer reajuste automático", disse Paulo Guedes nesta sexta-feira , 7, durante evento na FGV do Rio

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Paulo Guedes atacou nesta sexta-feira, 7, os funcionários públicos. Durante evento na FGV do Rio, Guedes comparou os servidores públicos a "parasitas" que querem reajustes automáticos, o que, segundo o titular da pasta, a população não quer mais.

"O funcionalismo teve aumento 50% acima da inflação. Além disso, tem estabilidade na carreira e aposentadoria generosa. O hospedeiro está morrendo, o cara (servidor) virou um parasita. O dinheiro não chega no povo e ele (servidor) quer reajuste automático", afirmou Guedes. 

O ministro disse que a maioria da população defende que servidores concursados podem ser demitidos. "A população não quer mais isso, 88% das pessoas são a favor de demissão no funcionalismo público", afirmou. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247