Paulo Nogueira: o Brasil é um dos gigantes do mundo e muitos brasileiros não enxergam

O economista Paulo Nogueira Batista Jr., em entrevista à TV 247, falou sobre seu livro "O Brasil não cabe no quintal de ninguém" e contou algumas histórias, também contidas no livro, de quando foi diretor do FMI representante do Brasil. “O complexo de vira-lata nos impede de ver essa grandeza do Brasil", disse

(Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247)

Por Regina Zappa, do 247 - Para o economista brasileiro Paulo Nogueira Batista Jr., autor de “O Brasil não cabe no quintal de ninguém”, nosso país não tem como fugir da sua grandeza: é um dos cinco países do planeta que integram, ao mesmo tempo, a lista dos dez maiores PIBs, dos dez maiores territórios e das dez maiores populações, ao lado de Índia, China, Estados Unidos e Rússia. Para Paulo, entrevistado pela Estação Sabiá, na TV 247, “o complexo de vira lata nos impede de ver essa grandeza do Brasil.”

Em seu livro, Paulo relata e comenta o tempo em que foi diretor do FMI como representante do Brasil nos governos Lula e Dilma, e sua trajetória na criação dos BRICS e na vice-presidência do banco dos BRICS. Paulo vivenciou o auge do protagonismo brasileiro no cenário mundial e lamenta que o país hoje tenha a pior avaliação internacional de sua história.

Movido pelo nacionalismo, que permeia seu livro, ele afirma, no entanto, que “não existe nacionalismo sem inclusão social e distribuição de renda”. Assinala que as eleições de 2018 abriram as porteiras para um Brasil “primitivo, ignorante e ressentido” e garante que, nos momentos difíceis busca refúgio nas artes e, por isso, faz homenagem a elas nos capítulos finais de seu livro.

“A luta é agora”, afirma. “Nosso país corre um risco mortal”, diz em seu livro. Mas ele tem esperança de que “nossa voz” se fará ouvir de novo, “em defesa dos valores humanos que os brasileiros, talvez como ninguém, tem condições de vivenciar e transmitir: a doçura, a versatilidade, a criatividade, a imaginação, a alegria de viver.”

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra:


Ao vivo na TV 247 Youtube 247