CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Petrobras aprova retomada de fábrica de fertilizantes no Paraná fechada por Bolsonaro

Fábrica de fertilizantes Araucária Nitrogenados (Ansa), no Paraná, antiga Fafen-PR, é considerada importante para a agricultura e também para a economia da região

Fafen-PR (Foto: FUP)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

(Reuters) - A diretoria da Petrobras aprovou, por unanimidade, medidas iniciais para a revitalização e futura retomada das operações da fábrica de fertilizantes Araucária Nitrogenados (Ansa), no Paraná, que está hibernada desde 2020, afirmou a companhia na noite desta quarta-feira (17). 

Situada ao lado da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), a Ansa possui capacidade de produção de 720 mil toneladas/ano de ureia e 475 mil toneladas/ano de amônia, além de 450 mil m³/ano do Agente Redutor Líquido Automotivo (ARLA 32).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo a Petrobras, a diretoria aprovou a negociação com ex-empregados, e junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), dos termos da contratação; e o início dos trâmites para contratação de serviços de manutenção e materiais críticos relativos à retomada da fábrica.

Além disso, foi recomendado que a Ansa realize trabalhos de campo, buscando a otimização do escopo da parada programada e avaliação da integridade dos equipamentos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"A diretoria de processos industriais também já iniciou os estudos para reativar a unidade de produção de ARLA 32 e o trading de fertilizantes nitrogenados, ureia pecuária e industrial, com vistas a voltar ao mercado e se antecipar ao início da produção", acrescentou a estatal.

CAMPOS - Em comunicado separado, a diretoria da companhia disse na véspera que aprovou a cessão da totalidade de sua participação nos campos de Cherne e Bagre, em águas rasas na Bacia de Campos, para a Perenco. A produção dos dois campos foi interrompida em março de 2020 e as respectivas plataformas estão hibernadas desde então.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O valor a ser recebido pela Petrobras com a operação é de 10 milhões de dólares, sendo 1 milhão de dólares pagos na data de assinatura do contrato para a cessão dos ativos e o restante no fechamento da transação, sujeito aos ajustes previstos no contrato.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO