Petrobras cancela contratos com a Delta por baixo desempenho

Empresa garante que está estudando a melhor solução para evitar impactos no cronograma do Comperj

Petrobras cancela contratos com a Delta por baixo desempenho
Petrobras cancela contratos com a Delta por baixo desempenho (Foto: Folhapress)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – No final do mês de abril, a presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, alertou que o baixo desempenho da construtora Delta nos contratos que tem com a estatal poderia resultar na substituição da empresa. A ameaça foi cumprida. A Estatal afirmou que, no dia 11 de maio, rescindiu os contratos com consórcios que tem a Construtora Delta como participante, no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro.

“A questão de empresas que entram ou que saem ao longo de contrato acontece várias vezes na Petrobras. Em geral são consórcios. Se elas não cumprem [o contratado] são retiradas e outra assume o lugar”, disse a presidente.

Segundo informações publicadas pelo Globo, os contratos afetados foram o Itaboraí-URE, no valor de R$ 532 milhões, de serviços de construção e montagem da Unidade Industrial de Tratamento, Recuperação e Armazenamento de Enxofre. Além disso, o Consorcio Itaboraí–HDT, no valor de R$ 311,5 milhões, também foi impactado, para prestação de serviços de construção e montagem da Unidade de Hidrotratamento de Nafta.

“A Petrobras está estudando a melhor solução para evitar impactos no cronograma do Comperj”, declarou a Petrobras, em nota, nesta segunda-feira.

De acordo com a estatal, foi mantido o contrato com a Delta na obra da etapa 2 da reforma e modernização da Unidade de Tratamento de Águas Ácidas da Reduc, que se encerra em junho.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247