Petrobras não cumpre meta e Parente eleva venda de ativos para US$ 21 bi

Petrobras fechará o ano sem conseguir alcançar a meta US$ 15,1 bilhões de desinvestimentos previstos para o período 2015/16 e, com isso, elevará o objetivo de venda de ativos para o biênio 2017/18 para 21 bilhões de dólares, programa de venda de ativos da estatal, atualmente comandada por Pedro Parente, no biênio 2015/16 chegou a US$ 13,6 bilhões de dólares, após a companhia anunciar nesta quarta-feira (28) a venda de dois ativos no valor total de US$ 587 milhões

Presidente da Petrobras, Pedro Parente
Presidente da Petrobras, Pedro Parente (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A Petrobras fechará o ano sem conseguir alcançar a meta 15,1 bilhões de dólares de desinvestimentos previstos para o período 2015/16 e, com isso, elevará o objetivo de venda de ativos para o biênio 2017/18 para 21 bilhões de dólares.

O programa de desinvestimentos da estatal no biênio 2015/16 chegou a 13,6 bilhões de dólares, após a companhia anunciar nesta quarta-feira a venda de dois ativos no valor total de 587 milhões de dólares.

Em comunicado, a estatal atribuiu o não cumprimento da meta a uma decisão liminar da Justiça de Sergipe que impediu a conclusão da venda dos campos Tartaruga Verde e Baúna, que segundo a Petrobras encontrava-se "em estado avançado de negociação".

(Por Luciano Costa)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email