Petrobras prorroga acordo coletivo até reforma trabalhista entrar em vigor

Petrobras vai prorrogar o atual acordo coletivo de trabalho com os sindicatos até novembro, quando a reforma trabalhista entra em vigor; "Para que a negociação ocorra com tranquilidade e em respeito aos empregados e às entidades sindicais, a Petrobras prorrogará o acordo coletivo de trabalho vigente até o dia 10 de novembro, véspera da data em que entra em vigor a nova legislação trabalhista", informou a estatal

Um trabalhador pinta um tanque da Petrobras em Brasília. 30/09/2015. REUTERS/Ueslei Marcelino
Um trabalhador pinta um tanque da Petrobras em Brasília. 30/09/2015. REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A Petrobras vai prorrogar o atual acordo coletivo de trabalho com os sindicatos até novembro, quando a reforma trabalhista entra em vigor, informou a estatal neste domingo.

"Para que a negociação ocorra com tranquilidade e em respeito aos empregados e às entidades sindicais, a Petrobras prorrogará o acordo coletivo de trabalho vigente até o dia 10 de novembro, véspera da data em que entra em vigor a nova legislação trabalhista", informou a empresa por email.

A reforma trabalhista aprovada em junho flexibiliza os horários de trabalho e algumas restrições, reduzindo os custos trabalhistas para as empresas.

A reforma enfrentou dura oposição de sindicatos pois reduz o poder dessas entidades e elimina a obrigatoriedade do imposto sindical, ao mesmo tempo que prevê a prevalência do acordo entre empregados e empregadores sobre a legislação.

Reportagem de Anthony Boadle

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247