CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Prates diz que governo será responsável por decidir sobre pagamentos de dividendos da Petrobras

Presidente da estatal informou que o governo orientará membros do Conselho de Administração sobre como definir a questão

Jean Paul Prates (Foto: Reprodução)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, declarou nesta quinta-feira (18) que a decisão sobre a distribuição de dividendos extraordinários aos acionistas da estatal está nas mãos do governo federal. As declarações foram feitas após um evento no Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP), no Rio de Janeiro.

Durante entrevista a jornalistas, Prates informou que a pauta sobre dividendos extraordinários não será discutida na próxima reunião do Conselho de Administração da Petrobras, marcada para sexta-feira, 19 de abril. No entanto, o tema poderá ser abordado durante a assembleia-geral de acionistas em 25 de abril, ou em momento subsequente.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O presidente da estatal afirmou que a diretoria da empresa "já tomou sua decisão" e que sua proposta está "tecnicamente respaldada" (para distribuir metade dos recursos). No entanto, ressaltou que a palavra final caberá ao governo: "o governo vai orientar os membros do Conselho de Administração".

Questionado sobre a possibilidade de o governo solicitar o repasse integral dos dividendos extraordinários, que foram retidos conforme decisão do Conselho de Administração em março, Prates respondeu que "tudo pode". Segundo ele, não há obstáculos técnicos ou financeiros que impeçam a realização dessa transação, já que os valores estão disponíveis na conta reserva de dividendos da companhia.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Não tem empecilho. Todo o dinheiro está na conta da reserva de dividendos, no caixa da empresa", afirmou Prates. Ele também destacou a sua cautela ao comentar o assunto publicamente: “estou evitando comentar o que se diz. Foram duas semanas de fontes do Planalto, de assessores. Eu, quando falo, boto minha assinatura.”

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO