Pressionada por Dilma, Febraban faz retratação pública

O economista-chefe da Federao, Rubens Sardenberg, divulgou um relatrio em que duvida ironicamente da eficcia das medidas de estmulo ao crdito impostas pela governo

Pressionada por Dilma, Febraban faz retratação pública
Pressionada por Dilma, Febraban faz retratação pública (Foto: Roberto Stuckert Filho/Divulgação)

247- Depois de impor sua autoridade sobre militares reservistas, chegou a hora de Dilma Rousseff travar uma batalha com o sistema bancário. A presidente ficou irritada com a relatório publicado na última segunda-feira pelo economista-chefe da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Rubens Sardenberg — que duvidou ironicamente da eficácia das medidas de estímulo ao crédito. Por meio do ministro da Fazenda, Guido Mantega, Dilma exigiu que a instituição se retratasse publicamente. A informação é do jornal O Globo.

Na terça-feira, a Febraban divulgou uma nota desautorizando o relatório, afirmando que a análise do boletim não pode “ser interpretada como um posicionamento oficial da entidade ou de seus associados”. Segundo o Globo, na véspera, Sardenberg afirmara que “alguém já disse que você pode levar um cavalo até a beira do rio, mas não conseguirá obrigá-lo a beber a água”, numa referência à pressão da equipe econômica para a redução dos spreads (diferença entre o que o banco paga para captar dinheiro e o que cobra do cliente) embutidos nos empréstimos e para o aumento do volume de crédito.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247