Quase um terço dos empresários prevê piora no cenário econômico

Segundo sondagem divulgada hoje pela CNI, 31% do empresariado acredita que a crise da dvida europeia deve se agravar nos prximos meses e 54% enxergam efeitos negativos para os prprios negcios

Quase um terço dos empresários prevê piora no cenário econômico
Quase um terço dos empresários prevê piora no cenário econômico (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Mais da metade da indústria brasileira considera que a atual crise econômica internacional traz riscos aos seus negócios e quase um terço dos empresários prevê uma piora do cenário econômico nos próximos meses, de acordo com sondagem especial divulgada hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo o documento, 31% do empresariado acredita que a crise da dívida europeia deve se agravar nos próximos meses e 54% dos entrevistados enxergam efeitos negativos para os negócios de suas empresas.

Segundo a CNI, 45% dos executivos que consideram incertezas no cenário atual acreditam que a situação negativa irá se estender, no mínimo, até o fim do próximo ano. A sondagem também mostra que parcela significativa da indústria nacional ainda se recente dos impactos da crise mundial dos anos de 2008 e 2009. Do total de empresários consultados, 30% ainda sentem algum reflexo da turbulência de dois anos atrás.

Para os empresários brasileiros, os maiores impactos esperados, em caso de piora no cenário externo, seriam uma redução ainda maior da demanda internacional por bens industrializados brasileiros e novas dificuldades no acesso ao crédito. Já o impacto menos negativo seria sobre o número de empregados no setor.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email