Rodrigo Maia defende investimento público, mas Paulo Guedes é contra

O pibinho de Bolsonaro e Guedes - apenas 1,1% em 2019 - reabre o debate sobre a necessidade do investimento público para impulsionar o crescimento do país. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, defendeu a esse respeito posição oposta à do ministro da Economia, Paulo Guedes

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados
Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, comentou nesta quarta-feira (4) o pibinho de 1,1% registrado no primeiro ano do governo Bolsonaro e fez propostas que vão na contramão do pensamento do governo. 

"O setor privado sozinho não vai resolver os problemas. Então acho que a grande mensagem do PIB que saiu hoje é exatamente que a participação do Estado também será sempre importante para que o Brasil possa crescer e se desenvolver", disse Maia, segundo O Estado de S.Paulo.

Mas o ministro da Economia, Paulo Guedes, e sua equipe defendem ardorosamente a retomada do crescimento pelo investimento privado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247