S&P: Brasil é o mais estável dos Brics

Para a agncia de classificao de risco, solidez poltica e econmica cria condies melhores para enfrentar a crise global. Por outro lado, o pas que menos cresce

S&P: Brasil é o mais estável dos Brics
S&P: Brasil é o mais estável dos Brics (Foto: JIN LEE/Divulgação)

247- O Brasil é o país mais estável política e economicamente entre os Brics (grupo que reúne também China, Rússia. Índia e África do Sul) e outros quatro emergentes - Colômbia, México, Peru e Panamá. Por outro lado, é o que menos cresce, porque o volume de investimentos é o mais baixo.

A conclusão é de um estudo da agência de classificação de risco S&P (Standard & Poor's) divulgado nesta semana. Para o analista de crédito da agência Sebastian Briozzo, a grande vantagem do Brasil sobre esses demais países é a estabilidade e a transparência do seu sistema político.

Ele observa que o país passou em 2003 de um governo de centro (FHC) para um de centro-esquerda (Lula) sem mudanças significativas na política macroeconômica.

Segundo ele, a solidez e a prudência da política econômica fortalecem as contas externas (ou seja, atrai dólares para cá) e possibilitam a diversificação da economia. "Isso reduz a dependência externa, sustenta o crescimento e dá flexibilidade para suportar riscos advindos da crise global", afirma.

Em novembro, a S&P elevou a nota de risco soberano do Brasil para BBB, indicando que o investimento no país ficou mais seguro.(Folha)

 

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247