Sob o comando de Bolsonaro, Petrobrás eleva preço da gasolina em 5% e do diesel em 14%

Por culpa de Bolsonaro, que não tem coragem de alterar a política de preços da Petrobrás, os brasileiros vão pagar ainda mais caro pelos combustíveis

www.brasil247.com - Bolsonaro e frentista abastecendo veículo
Bolsonaro e frentista abastecendo veículo (Foto: Reuters)


247 - Sob o comando de Jair Bolsonaro (PL), a Petrobrás anunciou nesta sexta-feira (17) um reajuste de 5,18% para o litro da gasolina e de 14,21% para o litro do diesel.

O preço médio de venda de gasolina da Petrobrás para as distribuidoras passa, agora, de R$ 3,86 para R$ 4,06. O preço do diesel salta de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro.

>>> Bolsonaro admite que pode "mergulhar o Brasil num caos" se não mudar política de preços da Petrobrás

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A alta dos combustíveis no Brasil está diretamente ligada a Bolsonaro, que é responsável por indicar o presidente e a maioria dos conselheiros da Petrobrás. São eles quem podem alterar a política de preços da empresa que, atualmente, dolariza os combustíveis brasileiros, fazendo com que a população local pague valores exorbitantes nas bombas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A atual política de preços foi implementada por Pedro Parente, indicado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), ainda no governo golpista de Michel Temer (MDB). Sem coragem, Bolsonaro deixa tudo como está e são os brasileiros que pagam a conta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email