Sócios querem saída de André Esteves do BTG

Ainda na esteira da Lava Jato, alguns sócios do banco BTG querem a saída de André Esteves do grupo; há o temor de novas acusações contra o banqueiro no âmbito da operação; é unânime entre seus sócios  o entendimento de que a prisão de Esteves, em novembro de 2015, se deu em bases para lá de frágeis; mas argumentam que o fato de ela ter sido injusta não impediu o impacto na saúde financeira do banco – que hoje entrou nos trilhos da normalidade

Brasil, S„o Paulo, SP, 22/03/2013. Retrato de AndrÈ Esteves, propriet·rio do Banco BTG Pactual, durante entrevista na sede do banco, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, regi„o dos Jardins, na capital paulista. - CrÈdito:CLAYTON DE SOUZA/ESTAD√O CONTE⁄DO/AE/
Brasil, S„o Paulo, SP, 22/03/2013. Retrato de AndrÈ Esteves, propriet·rio do Banco BTG Pactual, durante entrevista na sede do banco, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, regi„o dos Jardins, na capital paulista. - CrÈdito:CLAYTON DE SOUZA/ESTAD√O CONTE⁄DO/AE/ (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Alguns sócios da cúpula do BTG têm expressado a André Esteves um temor em relação a novas acusações na Lava Jato – justas ou não.

É unânime entre seus sócios o entendimento de que a prisão do banqueiro, em novembro de 2015, se deu em bases para lá de frágeis. Mas argumentam que o fato de ela ter sido injusta não impediu o impacto na saúde financeira do banco – que hoje entrou nos trilhos da normalidade.

Esses sócios querem convencer Esteves a se concentrar na unidade de negócios e deixar o banco. O fundador do BTG resiste.

Há outra opção para os sócios insatisfeitos: deixar o banco. Mas aí tem nó: as novas regras de entrada e saída na sociedade mudaram em 2014. Antes, podiam ir embora pelo valor patrimonial.

Hoje, quem quiser sair sai pelo valor de mercado ou patrimonial – o que for menor. Inclusive o próprio Esteves.

As informações são da coluna de Sonia Racy no Estado de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247