TCU pode aprovar privatização da Eletrobrás e Bolsonaro quer entregar a empresa no dia 9 de junho

Com a operação, governo federal deixará de ser controlador da maior empresa de energia do Brasil

www.brasil247.com - Eletrobrás
Eletrobrás (Foto: Reuters | Leopoldo Silva/Agência Senado)


247 – O Tribunal de Contas da União pode aprovar hoje a venda da Eletrobrás, maior empresa de geração de energia do Brasil. Com isso, Jair Bolsonaro pretende acelerar a entrega da empresa ao setor privado – ponto que fazia parte da "ponte para o  futuro", a agenda econômica do golpe de estado de 2016.

"Ontem, o novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, se reuniu com alguns ministros no TCU. Sachsida deu uma espécie de agenda do encaminhamento do processo a partir da decisão de hoje do TCU. Já decidiu que no dia 25 será protocolado na CVM e na SEC (a CVM dos EUA) o pedido de registro da oferta pública global das ações ordinárias e das ADRs. O passo seguinte será, finalmente, a capitalização da Eletrobras, marcada para o dia 9 de junho. Se tudo ocorrer como o previsto, a União passará a deter 45% do capital (hoje, possui 72%), deixando de ser a controladora da empresa", informa o jornalista Lauro Jardim, no Globo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email