TCU suspende publicidade do Banco do Brasil em plataformas digitais

A decisão é do ministro Bruno Dantas, que tem origem na análise feita pelo tribunal de repasses de verba do Banco do Brasil para sites acusados de disseminar fake news

(Foto: banco do brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que o Banco do Brasil suspenda sua publicidade em plataformas digitais, sites, blogs, portais e redes sociais.

A decisão é do ministro Bruno Dantas, que tem origem na análise feita pelo tribunal de repasses de verba do Banco do Brasil para sites acusados de disseminar fake news.

Na semana passada, por pressão vinda das redes sociais, o BB anunciou que suspenderia os anúncios. Mais tarde, porém, também por pressão, desta vez de Carlos Bolsonaro, o banco voltou atrás.

Auditores do TCU levantaram que o Banco do Brasil desembolsou cerca de R$ 119 milhões em anúncios digitais.

O ministro Bruno Dantas autorizou também o encaminhamento de dados e documentos ao Supremo Tribunal Federal, que poderão ser inseridos no inquérito das fake news, de relatoria do ministro Alexandre de Moraes.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247