Termina a greve na Ambev

Com economia aquecida, cervejaria concorda em conceder reajuste de 9,5% e abono de R$ 500 aos funcionrios de Jacare (SP)

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Foi encerrada ontem a greve dos trabalhadores da fábrica da Ambev em Jacareí, município paulista da região do Vale do Paraíba. De acordo com informações do Sindicato da Alimentação de São José dos Campos e Região, os funcionários da unidade retomaram integralmente suas atividades após acordo entre a empresa e o sindicato. Parte dos empregados já aprovou o acordo em assembleia realizada ontem. A produção no local havia sido retomada parcialmente na última sexta-feira.

Segundo o diretor do sindicato Marco Antonio Valva, a Ambev concordou em reajustar os salários em 9,5%, em conceder abono de R$ 500 e quatro tíquetes- alimentação por mês, que totalizam R$ 125, e em estender o período do adicional noturno de 5h da manhã para 6h da manhã. Porém, os pleitos de uma cesta básica de R$ 250, o fim do banco de horas e os 90 dias de estabilidade não foram aceitos pela empresa. "Conseguimos um período de estabilidade de 60 dias", disse.

Valva afirmou que outras três assembleias estão previstas para que os funcionários decidam se aprovam ou não o acerto com a Ambev, sendo que uma será realizada na noite de hoje e outras duas amanhã. A fábrica de Jacareí tem 980 trabalhadores, opera em três turnos e produz as marcas Brahma, Skol, Caracu, Budweiser, Antarctica e Stella Artois. Procurada, a companhia confirmou, via assessoria de imprensa, que a greve estava encerrada.

Segundo nota divulgada pela empresa, a Ambev está presente na cidade desde 1988 e emprega, atualmente, mais de 1.500 pessoas, de forma direta e indireta. Em 2010, a unidade recebeu investimentos de R$ 120 milhões para instalação de uma nova linha de produção e a modernização de toda a operação. Apesar do acordo, Valva afirmou que o sindicato continuará discutindo com a empresa o fim do banco de horas.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247