Tombini diz que País está preparado para piora da crise mundial

Cenrio global cada vez mais complexo, diz presidente do BC, com crescimento sistematicamente revisado para baixo

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou hoje que o Brasil está preparado para um agravamento da situação da economia de países como os Estados Unidos e da zona do euro. Tombini citou apenas de forma passageira a questão do limite de endividamento dos EUA, que será votado pelo Congresso norte-americano, e ressaltou o cenário "cada vez mais complexo" da maior economia mundial, com "crescimento sistematicamente revisado para baixo".

Tombini também citou a crise da dívida que atinge países europeus e avaliou que a situação pode ser agravar. Mas salientou que "por mais que a situação global ainda se prolongue não é permanente". "A economia do Brasil está preparada para um agudização do cenário internacional", afirmou, em palestra a empresários na sede da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg).

E citou como principais fatores para esse preparo a reversão das medidas tomadas para amenizar os efeitos da crise financeira de 2008, a robustez do mercado interno e o sistema de câmbio flutuante capaz de absorver choques externos. Segundo Tombini, as medidas adotadas para redução da queda do dólar e as reservas brasileiras em moeda estrangeira dão ao País "capacidade de prover liquidez em momento de maior estresse da economia global".

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email