Trabalhadores paralisam Refinaria Abreu e Lima

Operários que ficam no Complexo Industrial e Portuário de Suape, em Pernambuco, reivindicam aumento salarial de 10,5% e cesta básica de R$ 260,00

Trabalhadores paralisam Refinaria Abreu e Lima
Trabalhadores paralisam Refinaria Abreu e Lima (Foto: Petrobrás/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Leonardo Lucena_PE247 – Trabalhadores da Refinaria Abreu e Lima, localizada no Complexo Industrial e Portuário de Suape, resolveram paralisar as atividades por tempo indeterminado. As informações dão conta de que os funcionários pedem aumento salarial de 10,5%, equiparando o soldo com o de outros trabalhadores de Suape, e cesta básica de R$ 260,00.

O Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada (Sinicon) deverá entrar com recurso para decretar a greve ilegal. Por sua vez, o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem no Estado de Pernambuco (Sintepav-PE) informou que dez mil trabalhadores, em assembleia, ratificaram um acordo na última sexta-feira (27) entre ambos os sindicatos para atender às demandas dos funcionários.

De acordo com a advogada do Sinicon, Margareth Rubem, um grupo de manifestantes teria depredado portão, equipamentos de refeitórios e ameaçado aqueles que pretendiam trabalhar. Mas o Sintepav informou, através de nota, que tentará chegar a um consenso sem que haja demissões ou corte de ponto.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247