Uma ligação de US$ 39 bi

Esse o valor que a operadora de telefonia ATT pagou pela T-Mobile

Siga o Brasil 247 no Google News

A operadora norte-americana de telefonia AT&T concordou em comprar a operadora T-Mobile USA, da alemã Deutsche Telekom, por US$ 39 bilhões em dinheiro e ações, em acordo que criará uma gigante da indústria de telefonia móvel nos Estados Unidos, ao combinar a segunda e a quarta maiores operadoras do setor, informa o Wall Street Journal. O acordo ainda precisa da aprovação das autoridades reguladoras.

A aquisição ocorre no momento em que a AT&T busca crescimento após perder sua exclusividade sobre o iPhone nos EUA e a Deutsche Telekom procura por alternativas estratégicas à T-Mobile USA. As duas operadoras usarão a mesma tecnologia de rede, o que aumentará a eficiência, afirmam hoje a AT&T e a Deutsche Telekom.

A questão é se as autoridades reguladoras dos EUA permitirão o acordo, o qual reduzirá o número de operadores de celulares de alcance nacional de quatro para três. A T-Mobile baseava grande parte do seu apelo aos consumidores ao se vender com uma empresa que fornece serviços de baixo custo. A empresa resultante da aquisição, se a operação for aprovada, será um terço maior que a Verizon, atualmente a líder em telefonia móvel nos EUA, e terá o dobro do tamanho da Sprint Nextel Corp., a terceira maior.

Em maio passado, a Comissão Federal de Comunicações (FCC, na sigla em inglês) alertou a respeito da crescente concentração entre os provedores de telefonia celular. Pela primeira vez em anos, a FCC não concluiu em seu relatório anual, no final de 2010, que a indústria é competitiva nos EUA. As informações são da Dow Jones.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email