Venda de imóveis voltou aos níveis de 2004

A crise econômica do golpe no Brasil derrubou a venda de imóveis; embora tenha havido uma ligeira alta em abril, a comercialização de imóveis novos na cidade de São Paulo subiu 2,5% em abril, na comparação com o mesmo mês de 2016, segundo o Secovi-SP (sindicato do setor); no acumulado dos quatro primeiros meses do ano, porém, houve queda de 4,3%. O resultado é o pior desde 2004

Imóveis São Paulo
Imóveis São Paulo (Foto: Giuliana Miranda)

247 - A vendas de imóveis teve uma ligeira alta em abril, mas desempenho em 2017 ainda é negativo

.A comercialização de imóveis novos na cidade de São Paulo subiu 2,5% em abril, na comparação com o mesmo mês de 2016, segundo o Secovi-SP (sindicato do setor).

No acumulado dos quatro primeiros meses do ano, porém, houve queda de 4,3%. O resultado é o pior desde 2004.

As empresas imobiliárias ainda consideram que haverá crescimento real em 2017, segundo Celso Petrucci, economista-chefe da entidade.

"Pelo nosso acompanhamento, temos certeza que, com os resultados de maio, já vamos ultrapassar [o ano anterior no total de vendas]."

A projeção de crescimento da entidade para este ano é de 5% a 10%, tanto em vendas como em lançamentos.

As informações são da coluna Mercado Aberto da Folha de S.Paulo

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247