Volks anuncia que vai fechar terceiro turno no ABC

Presidente da Volkswagen no Brasil, David Powels, disse não vislumbrar grande melhora das vendas nos próximos anos e projetou uma recuperação bastante lenta do mercado; ele confirmou que a montadora terá de desativar o terceiro turno de produção em seu parque industrial no ABC paulista, onde monta os modelos Gol, Saveiro e, em breve, o sedã Jetta; "Não há possibilidade de continuar assim", afirmou

Presidente da Volkswagen no Brasil, David Powels, disse não vislumbrar grande melhora das vendas nos próximos anos e projetou uma recuperação bastante lenta do mercado; ele confirmou que a montadora terá de desativar o terceiro turno de produção em seu parque industrial no ABC paulista, onde monta os modelos Gol, Saveiro e, em breve, o sedã Jetta; "Não há possibilidade de continuar assim", afirmou
Presidente da Volkswagen no Brasil, David Powels, disse não vislumbrar grande melhora das vendas nos próximos anos e projetou uma recuperação bastante lenta do mercado; ele confirmou que a montadora terá de desativar o terceiro turno de produção em seu parque industrial no ABC paulista, onde monta os modelos Gol, Saveiro e, em breve, o sedã Jetta; "Não há possibilidade de continuar assim", afirmou (Foto: Roberta Namour)

247 – O presidente da Volkswagen no Brasil, David Powels, classificou como crítica a situação vivida pela indústria automobilística nacional. Em entrevista ao Valor, ele disse não vislumbrar grande melhora das vendas nos próximos anos e projetou uma recuperação bastante lenta do mercado.

Diante do cenário, ele disse que a montadora terá de desativar o terceiro turno de produção em seu parque industrial no ABC paulista, onde monta os modelos Gol, Saveiro e, em breve, o sedã Jetta. "Não há possibilidade de continuar assim", afirmou

O sul-africano cobrou rapidez do governo no projeto de redução das jornadas em até 30%, com corte proporcional no custo com os salários pagos aos funcionários. "Esse é um assunto muito importante. Queremos que a nova lei seja rapidamente lançada", disse.

Apesar disso, ele reafirmou durante cerimônia com a participação do governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), o investimento adicional de R$ 460 milhões na fábrica de motores em São Carlos (SP) – leia aqui.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247