Volkswagen fecha fábricas na Europa após coronavírus derrubar vendas

Grupo Volkswagen, maior montadora de carros do mundo e dona das Audi, Bentley, Bugatti, Ducati, Lamborghini, Porsche, Seat e Skoda, anunciou a medida nesta terça-feira (17) , após a pandemia de coronavírus derrubar as vendas e interromper as cadeias de suprimentos

Volkswagen diz que investimento em veículos elétricos pode afetar rentabilidade
Volkswagen diz que investimento em veículos elétricos pode afetar rentabilidade (Foto: FABIAN BIMMER)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O Grupo Volkswagen, a maior montadora de carros do mundo, suspendeu a produção em fábricas na Europa após a pandemia de coronavírus atingir as vendas e interromper as cadeias de suprimentos.

A montadora alemã, dona das marcas Audi, Bentley, Bugatti, Ducati, Lamborghini, Porsche, Seat e Skoda, anunciou a medida nesta terça-feira (17) e também disse que a incerteza sobre as consequências do coronavírus impossibilita fazer previsões de desempenho este ano.

"Dada a atual deterioração significativa na situação de vendas e a crescente incerteza em relação ao fornecimento de peças para nossas fábricas, a produção será suspensa em um futuro próximo nas fábricas operadas por marcas do grupo", disse o presidente-executivo Herbert Diess.

O poderoso conselho de trabalhadores da Volkswagen concluiu que não é possível para os trabalhadores manter uma distância segura um do outro para evitar contágio e recomendou a suspensão da produção em suas fábricas a partir de sexta-feira, informa a agência de notícias Reuters.

A produção será interrompida nas fábricas espanholas da VW, em Setúbal (Portugal), Bratislava (Eslováquia) e nas fábricas Lamborghini e Ducati na Itália antes do final desta semana, disse Diess.

A maioria de suas outras fábricas alemãs e europeias se preparará para suspender a produção, provavelmente por duas a três semanas, enquanto a Audi disse separadamente que interromperá a produção em suas fábricas na Bélgica, Alemanha, Hungria e México.

A vasta fábrica da Volkswagen em Puebla, México, e fábricas no Brasil e nos Estados Unidos não foram afetadas, mas isso depende de como o coronavírus se espalhar, disse a VW.

A Volkswagen possui 124 unidades de produção em todo o mundo, das quais 72 estão na Europa, e 28 somente na Alemanha.

"2020 será um ano muito difícil. A pandemia de coronavírus nos apresenta desafios operacionais e financeiros desconhecidos. Ao mesmo tempo, há preocupações com impactos econômicos sustentados", disse Diess.

Enquanto a VW se prepara para suspender a produção na Europa, a fabricação foi retomada na China, com exceção das fábricas em Changsha e Urumqi, e a empresa ainda planeja impulsionar suas operações no país onde o coronavírus surgiu pela primeira vez.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247