Vox Populi: Para 72%, Petrobrás deve controlar os preços de combustíveis e gás de cozinha

O resultado da pesquisa é reflexo do desgoverno de Bolsonaro, que deixa os preços subirem livremente, de acordo com o dólar e os preços internacionais. Com o atual governo o preço médio da gasolina e do diesel nas bombas tem sofrido sucessivas majorações

Trabalhador movimenta botijões de gás
Trabalhador movimenta botijões de gás (Foto: REUTERS/Caetano Barreira)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PT na Câmara - O povo brasileiro sabe da importância estratégica da Petrobras e do pré-sal para o País. Ciente de que a estatal e as reservas são imprescindíveis para e economia e o futuro do Brasil, a maioria da população apoia as políticas implementadas pelo Partido dos Trabalhadores nos governos Lula e Dilma Rousseff. Para 76% do entrevistados pelo Vox Populi na sexta-feira (13), a Petrobras deveria segurar os preços do combustíveis e do gás de cozinha.

O resultado da pesquisa é reflexo do desgoverno de Jair Bolsonaro (sem partido), que deixa os preços subirem livremente, de acordo com o dólar e os preços internacionais. Com o atual governo o preço médio da gasolina e do diesel nas bombas tem sofrido sucessivas majorações. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o valor médio da gasolina por litro para o consumidor é de R$ 4,489.

O preço do diesel, por sua vez, subiu 0,27% na semana passada, para R$ 3,718 por litro. Já o preço do etanol também subiu – 1,83% – e chegou a R$ 3,060 por litro. Foi a 11ª alta consecutiva. Os valores apresentados pela ANP são uma média calculada com base nos dados de postos de diversas cidades do Brasil. Com isso, os valores podem variar de acordo com cada região. E alta também chegou ao gás de cozinha. Se durante a campanha eleitoral, Bolsonaro dizia que o brasileiro pagaria apenas R$ 30 por botijão, dez meses depois o povo gasta em média R$ 65, com variações que podem chegar a R$ 115.

Povo quer Petrobras explorando pré-sal

A pesquisa Vox Populi também constatou que a maioria dos brasileiros defende que a Petrobras explore diretamente o pré-sal. Segundo o levantamento, 64% dos entrevistados são contrários à venda das reservas para empresas estrangeiras e acreditam que a estatal deveria ser responsável pelo petróleo.

O resultado do levantamento, novamente, contraria o desgoverno de Bolsonaro, que fez leilões do pré-sal e deu início a um processo de desmonte da Petrobras, vendendo subsidiárias e encerrando atividades de refinarias da estatal. Ainda que Bolsonaro não tenha oficializado a venda total da estatal, ao colocar oito refinarias à venda sinaliza a real intenção do governo.

O processo de desmonte da Petrobras, inclusive, é denunciado pela Federação Única dos Petroleiros (FUP).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247