Weg: lucro tímido e papel em queda

Fabricante de equipamentos eletroeletrnicos iniciou a recompra de aes aps a divulgao de resultados. Bom momento para o investidor?

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Márcio Kroehn_247 - A Weg, fabricante brasileira de equipamentos eletroeletrônicos, iniciou um programa de recompra de ações, que pode chegar a 0,2% dos papéis em circulação no mercado. O anúncio dessa estratégia, que tem prazo de um ano, aconteceu algumas horas antes da divulgação de resultados do primeiro trimestre. A companhia teve um lucro líquido de R$ 121,5 milhões, 1,6% a mais do que o registrado no mesmo período do ano passado. A receita líquida cresceu quase 21%, para R$ 1,12 bilhão. Embora o resultado tenha sido positivo, o desempenho da empresa na bolsa em 2011 deixa a desejar. No dia, a ação permaneceu em baixa de mais de 4%. Em 2011, a queda é de 6,8%, o dobro do Ibovespa.

O investidor deve sempre ficar atento quando uma empresa anuncia a recompra de ações. Normalmente, essa é uma maneira da companhia sinalizar ao mercado que o preço do papel está diferente dos resultados apresentados. Com o movimento, força-se uma valorização. Mas a estratégia da Weg parece ser colocar as ações em tesouraria. “É sempre bom prestar atenção a esses movimentos de recompra, mas o percentual da Weg é muito pequeno para reverter imediatamente a queda do papel”, afirma Artur Delorme, analista de logística e autopeças da Ativa Corretora.

Nos últimos balanços, a Weg apresentou uma mudança no seu mix de vendas. O segmento que engloba peças para o setor de geração e transmissão de energia, de maior valor agregado, caiu cerca de 6 pontos percentuais na participação dos resultados trimestrais. O fornecimento de materiais para a indústria ocupou espaço e cresceu 7 pontos percentuais. Além disso, as exportações, que contribuem com 36% da receita, têm sofrido com a valorização do real. “A Weg é uma empresa com resultados previsíveis, que está tendo perda de rentabilidade. Se o papel continuar caindo nos próximos dias, pode ficar atrativo”, diz Delorme. A recomendação do analista é de atenção. Com preço-alvo de R$ 22,67 para o ano, o desempenho da Weg está, aproximadamente, 10% menor. Neste momento, esse é um potencial de valorização pequeno para o investidor comprar.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email