Wesley é 1º preso por informação privilegiada na história do Brasil

Nunca ninguém foi preso por informação privilegiada na história do Brasil – o que pode vir a alimentar a tese de que o empresário Wesley Batista, presidente da JBS, pode estar sendo perseguido pelo governo de Michel Temer

Presidente da JBS, Wesley Batista, em carro da PF em São Paulo 13/09/2017 REUTERS/Leonardo Benassatto
Presidente da JBS, Wesley Batista, em carro da PF em São Paulo 13/09/2017 REUTERS/Leonardo Benassatto (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Nunca ninguém foi preso por informação privilegiada na história do Brasil – o que reforça a tese de que o empresário Wesley Batista, presidente da JBS, pode estar sendo perseguido pelo governo de Michel Temer, denunciado por ele.

"A prisão preventiva de Wesley Batista, presidente da JBS, é a primeira realizada no Brasil pelo crime de insider trading – o uso de informação privilegiada para obter lucros no mercado financeiro. Segundo a Polícia Federal, a venda de ações da JBS antes do vazamento da delação dos controladores evitou um prejuízo potencial de R$ 138 milhões aos irmãos Batista", aponta reportagem do Estado de S. Paulo.

O primeiro a levantar a tese de perseguição foi Fernando Brito, editor do Tijolaço (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247