Daniel Cara: "CPI do MEC tem mais poder de constranger o governo do que a área da Saúde"

Segundo o professor da USP, a área da Educação tem mais mecanismos de controle do que a Saúde, ainda que estes estejam sendo desmontados

www.brasil247.com - Daniel Cara
Daniel Cara (Foto: Campanha.Org/Divulgação)


247 - O professor da USP Daniel Cara, da coordenação geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, afirmou à TV 247 que uma CPI para investigar, além de outras irregularidades, um possível esquema de propinas dentro do Ministério da Educação “tem mais poder de constrangimento do governo” do que a CPI da Covid, que conseguiu desgastar de maneira intensa a imagem da gestão Jair Bolsonaro (PL).

Uma CPI do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) tem um poder de constrangimento do governo muito maior do que a área da Saúde, porque nós temos um controle mais amplo do processo”, afirmou.

O professor disse que os mecanismos de controle ligados à Educação foram construídos durante os governos do PT e vêm sendo desmontados nos últimos anos. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247