Golpe na Ucrânia, há dez anos, foi um marco nas guerras eternas, diz Pepe Escobar

Em vídeo do Pepe Café, ele também afirmou que os países dos BRICS tendem a classificar Israel como um estado terrorista

(Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Reuters/Gleb Garanich)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – No aniversário de 10 anos do Euromaidan na Ucrânia, o Pepe Café, com o correspondente internacional Pepe Escobar, trouxe uma conversa séria e profunda sobre as guerras eternas que ainda permeiam nossas vidas. Pepe abordou o aniversário do Euromaidan, um marco que desencadeou uma série de eventos trágicos na Ucrânia, resultando no golpe de estado e na ascensão de um governo pró-ocidental. O apresentador destacou a natureza geoeconômica do conflito, onde a União Europeia e os Estados Unidos buscavam impedir que a Ucrânia forjasse acordos com a União Econômica Euroasiática, desencadeando uma guerra por procuração contra a Rússia.

A conversa se desdobrou para incluir reflexões sobre a situação na Palestina, destacando a brutalidade do genocídio em curso. No entanto, um raio de luz surgiu na forma de uma iniciativa conjunta da Liga Árabe e da Organização da Cooperação Islâmica (OCI). Um grupo de contato de Gaza foi formado, envolvendo membros dos BRICS (sem a Argentina), e prometendo pressionar por uma solução que interrompa o derramamento de sangue na região.

continua após o anúncio

A Argentina também entrou em foco, com a recente vitória de um candidato de extrema-direita, Javier Milei, que propõe medidas drásticas, como a dolarização completa da economia. Esse novo governo, apesar de suas promessas, enfrentará desafios significativos, especialmente ao isolar o país de seus principais parceiros comerciais, como China e Brasil.

Pepe destacou a importância da recente cúpula dos Brics, onde novos membros, como Irã, Etiópia e Egito, foram apresentados. Este bloco emergente parece destinado a isolar Israel politicamente e economicamente, caracterizando-o como um estado terrorista. Assista neste link.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247