Jessé Souza: o povo brasileiro foi primeiro enganado para depois ser assaltado

Sociólogo diz que a elite criminaliza o campo popular para assaltar o orçamento público

www.brasil247.com -
(Foto: Brasil247)


247 – O sociólogo Jessé Souza, que lançou recentemente o livro "O Brasil dos humilhados", em que critica as ideias fundadoras do pensamento brasileiro, diz que a elite brasileira criminaliza o próprio povo. Segundo ele, Gilberto Freyre criou a primeira imagem virtuosa do povo brasileiro, em Casa Grande & Senzala, mas logo depois veio a reação com o livro Raízes do Brasil, de Sérgio Buarque de Hollanda. "Ele cria a imagem do brasileiro corrupto. O objetivo era o controle do orçamento público pelas elites. A elite percebeu que não venceria Getúlio Vargas militarmente. Percebeu que precisava derrotá-lo no campo das ideias", afirmou Jessé, em entrevista ao jornalista Leonardo Attuch, editor da TV 247.

Jessé Souza afirma que a Lava Jato bebeu nesses preconceitos. "O que estava sendo abortado no Brasil era a participação popular. O povo brasileiro foi primeiro enganado para depois ser assaltado", diz ele, lembrando que o discurso do "combate à corrupção" foi usado para o grande assalto, em que as elites tomaram o poder por meio de um golpe de estado para assaltar o orçamento público.

Jessé diz ainda que Bolsonaro é "pão e circo oferecido pelas elites ao povo". Na sua opinião, com a volta de Lula, nada será tão importante como a disputa ideológica. "Quando você quer colonizar alguém, é fundamental colonizar as mentes. Tudo isso terá que ser desfeito", afirma.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email