"Lula fez muito pela economia e fará de novo", diz Henrique Meirelles

Ex-presidente do Banco Central explica por que decidiu apoiar Lula no primeiro turno

Henrique Meirelles e Lula
Henrique Meirelles e Lula (Foto: Ricardo Stuckert)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – O ex-ministro Henrique Meirelles, que também presidiu o Banco Central durante oito anos no governo Lula, explicou, em entrevista ao jornalista Leonardo Attuch, editor da TV 247, por que decidiu apoiar o ex-presidente já no primeiro turno. "Sou movido por resultados. O governo Lula criou 10 milhões de empregos, a média de crescimento foi de 4,5% ao ano e o Brasil foi o país que mais rapidamente saiu da crise de 2008. Além disso, houve muita responsabilidade fiscal e controle da inflação. Se Lula fez uma vez, pode fazer de novo", afirma.

Na entrevista, Meirelles defendeu o polêmico teto de gastos, contestado por Lula, e disse que o auxílio Brasil é uma política social necessária que deve ser mantida. "Apesar da opinião de Lula sobre o teto de gastos, mantive o apoio, até porque o crescimento brasileiro sob Bolsonaro está muito baixo", afirma. Segundo Meirelles, a reação do mercado a Lula vai depender muito do que ele anunciar.

continua após o anúncio

Meirelles também falou sobre o quadro global. "O cenário internacional será desafiador. Haverá uma recessão internacional em 2023, mas o Brasil tende a ser menos afetado", aponta. "No primeiro governo Lula, políticas fiscal e monetária caminharam na mesma direção. Hoje, o Banco Central está sozinho no controle da inflação", acrescentou.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247