Mel Lisboa: nós, artistas, somos resistência e sempre vamos ser

Em entrevista ao economista Eduardo Moreira, a atriz Mel Lisboa destacou o relevante papel da classe artística, especialmente em tempos de perseguição à arte e à cultura: "nós, artistas, somos resistência e sempre vamos ser. Não adianta tentar fazer o contrário", disse

Mel Lisboa
Mel Lisboa (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Com uma carreira recheada de papéis de sucesso e premiações, a atriz Mel Lisboa participou da live diária do economista Eduardo Moreira, do Instituto Conhecimento Liberta. No bate-papo, um dos assuntos discutidos foi a cultura brasileira. E, num momento em que o Brasil vive uma crise social e cultural alarmante, a atriz falou sobre o relevante papel da classe artística.

“A arte e a cultura sempre foram perseguidas porque oferecem, às pessoas, uma alternativa de questionamento. Elas abrem mentes, elas fazem você perguntar o porquê de cada coisa. É claro que, quem está no poder, não quer isso. Mas nós, artistas, somos resistência e sempre vamos ser. Não adianta tentar fazer o contrário, porque não existe essa possibilidade”, diz.

No entanto, Mel demonstra preocupação com o lugar em que a arte e a cultura são colocadas pelo poder público. “O governo não apenas desvaloriza [a cultura e a arte], mas destrói. Fico até envergonhada, porque, se olharmos para os países que são referência de desenvolvimento, vemos uma grande valorização não apenas da própria cultura, mas das culturas de fora.”

Ainda durante a live, a atriz deixa uma reflexão. “E aí, você fica pensando: como que pode, um país tão rico como o Brasil, com uma variedade de culturas e de gente, ser assim?”

Assista à entrevista com a atriz Mel Lisboa na íntegra:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email