CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Entrevistas

"No lawfare, a tortura começa na alma e chega no corpo", diz José Genoino

Ex-deputado concedeu uma entrevista emocionante à jornalista Hildegard Angel, da TV 247

José Genoino (Foto: Reprodução Youtube)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Em uma entrevista impactante à jornalista Hildegard Angel, da TV 247, o ex-deputado José Genoino abordou temas que vão desde sua própria experiência durante a ditadura militar até a atualidade política do Brasil. Genoino, conhecido por sua atuação política histórica e por sua participação no Partido dos Trabalhadores (PT), destacou preocupações sobre o estado da democracia brasileira e o uso da justiça como instrumento de perseguição.

"Quando a justiça é usada para destruir reputações, isso já é uma pena", afirmou Genoino, referindo-se ao fenômeno conhecido como "lawfare", onde a lei é utilizada de maneira seletiva para perseguir oponentes políticos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O ex-deputado também compartilhou relatos dolorosos de sua própria experiência durante os anos de ditadura militar no Brasil. "Na ditadura eu era torturado e essa tortura começa no corpo e chega na alma", descreveu Genoino, ressaltando como a violência física se traduz em danos psicológicos profundos. Ele comparou essa forma de tortura com o "lawfare", observando que, nesse caso, "a tortura começa na alma e chega no corpo".

"Essas duas torturas aniquilam a pessoa", Genoino enfatizou, destacando os efeitos devastadores tanto da violência física quanto da perseguição judicial prolongada.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Além disso, o ex-deputado abordou questões contemporâneas, como o papel da mídia na polarização política. Ele apontou programas de humor, como "Pânico" e "CQC", como responsáveis por alimentar um "clima de guerra" no Brasil, que eventualmente permitiu o surgimento da extrema direita. "O moralismo é a bandeira que estimula a direita agressiva", declarou Genoino, sugerindo que a moralidade superficial é frequentemente usada como uma justificativa para a intolerância política.

Ao discutir o caso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o escândalo do mensalão, Genoino argumentou que Lula foi alvo devido à sua visão de longo prazo para o Brasil. "Lula foi alvo do mensalão porque construiu um projeto de longo prazo quando a burguesia esperava uma experiência de curto prazo", explicou, comparando a abordagem estratégica de Lula com as expectativas imediatistas de certos setores da sociedade.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A entrevista de José Genoino ofereceu uma perspectiva profunda sobre questões cruciais que afetam a política e a sociedade brasileira, destacando a importância de proteger os valores democráticos e garantir a igualdade perante a lei. Assista:

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO