‘Vacinação será um caos e isso vai pesar na economia’, diz Eduardo Moreira

Eduardo Moreira alerta: agentes econômicos não estão precificando o caos sanitário no Brasil e por isso mesmo o crescimento em 2021 será muito baixo. Assista na TV 247

Eduardo Moreira
Eduardo Moreira (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Depositphotos)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O economista Eduardo Moreira afirmou à TV 247 que a economia brasileira em 2021 deve continuar sofrendo, apesar do otimismo de muitos em relação à chegada das vacinas contra Covid-19 e, quem sabe, a retomada breve das atividades.

Para Moreira, o próprio otimismo da população e de agentes econômicos acerca do possível fim da pandemia pode afetar a economia, já que neste cenário a população torna-se mais vulnerável. “A economia brasileira vai decepcionar esse ano em termos de crescimento. A gente está começando o ano com uma confiança grande do setor industrial porque eles tiveram uma recuperação grande no terceiro trimestre, a gente está com a taxa de juros ainda baixa e a gente está com todas essas expectativas de que vai ter vacina, de que a vacina vai estar disponível para todo mundo, as pessoas vão estar interagindo normalmente. Então da mesma forma como a gente estava prevendo o caos e não imaginava que no meio do caos a gente iria encontrar algumas soluções, como o auxílio emergencial, por exemplo, agora acho que estamos prevendo uma volta sem muitos percalços, e acho que vão ter muitos nessa história”.

“A gente pode ter um prolongamento dessa crise de Covid e até uma piora no Brasil que não está sendo precificada. Na quinta-feira (7) morreram pela primeira vez mais de quatro mil pessoas em um dia nos Estados Unidos por conta da Covid, no Brasil mais de 1.500 pessoas, foi o terceiro pior dia. Até por causa desse otimismo em relação a gente conseguir ultrapassar essa crise da pandemia, as pessoas ficam mais vulneráveis porque se cuidam menos”, completou.

Eduardo Moreira ainda ressaltou que é preciso avaliar que o processo de vacinação no Brasil não deve seguir de forma tranquila e eficiente. “Para você conseguir vacinar nos países que tem uma super capacidade de organização, de gente, de sistema está sendo super difícil. Aqui no Brasil com uma briga enorme entre presidente, governadores, prefeitos, SUS, sistema privado, plano de saúde, vai ser o caos essa vacinação, acho que vai ser super difícil. Então acho que a gente vai viver um ano muito difícil em termos econômicos”.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247