Após escândalo Robinho, pressão cresce sobre o RB Bragantino, que tem no elenco um condenado de violência contra a mulher

Wesley Pionteck, atacante do RB Bragantino, foi condenado em 2019 por violência contra a namorada. Patrocinadores por enquanto não exibem sinais de que romperão vínculos com o clube

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após o escândalo envolvendo o atacante Robinho, condenado em primeira instância por estupro e recentemente contratado pelo Santos, voltou à tona o caso de Wesley Pionteck, atacante do RB Bragantino que foi condenado por violencia contra sua namorada em 2019. 

O GE buscou contato com os patrocinadores do clube do interior de São Paulo. A Nike, que fornece os uniformes, e a Red Bull, financiadora principal do clube, repudiaram o ato, mas não romperão nenhum vínculo com o clube. Até o momento, a NetBet, que estampa as mangas das camisas do clube, não se pronunciou.

Pionteck foi condenado em outubro de 2019 por agressão contra sua namorada. Quando interrogado, ele respondeu que “perdeu a cabeça.” O atacante cumpre punição em regime aberto, o que o permite defender o RB Bragantino. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247