Criticado, Caio Ribeiro muda de ideia e diz que Robinho “perde o benefício da dúvida” (vídeo)

Comentarista da Rede Globo havia dito que quem tem que julgar o jogador condenado por estupro na Itália “é a Justiça”; após ler trecho da transcrição do processo, afirma que teve “dor de estômago”

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O comentarista esportivo da TV Globo Caio Ribeiro voltou atrás em sua posição sobre o caso Robinho, condenado em primeira instância por estupro na Itália. Na sexta-feira (16), ele havia dito que o atacante revelado no Santos merecia o “benefício da dúvida” e quem tinha que julgá-lo era “a Justiça”.

Na edição do “Globo Esporte” desta segunda-feira (19), Caio disse que, quando deu essa declaração, não tinha lido ainda os trechos do processo revelados em reportagem do site GE. Neles, Robinho diz que “não está nem aí, a mulher estava completamente bêbada, não sabe nem o que aconteceu”. Também admite que havia “uns cinco em cima dela”, a vítima. E que colocou o pênis na boca da vítima, mas argumenta que “isso não significa transar”.

“Na hora que eu vejo [a transcrição], ainda mais eu que tenho uma filha menina, a forma como ele se dirige à vítima, a forma baixa como ele fala do estado da menina… Me caiu mal, me deu dor de estômago”, disse o comentarista.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247