HOME > Esporte

Djokovic derrota Rune e segue em busca do oitavo título em Wimbledon

Com uma vitória simples, Djokovic segue agora para enfrentar o cabeça de chave número 9, Alex de Minaur

(Foto: Reuters)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Na histórica quadra central de Wimbledon, Novak Djokovic garantiu sua vaga nas quartas de final pela 15ª vez ao vencer Holger Rune em uma partida que durou apenas 2 horas e 3 minutos. Com uma vitória convincente de 6-3, 6-4 e 6-2, Djokovic mostrou mais uma vez porque é um dos maiores tenistas de todos os tempos, mesmo após uma recente cirurgia no joelho direito, realizada há menos de cinco semanas.

Apesar das preocupações iniciais sobre sua condição física, Djokovic dominou a partida desde o início. O jovem Rune, que havia vencido duas das cinco partidas anteriores contra o sérvio, entrou em quadra com boas expectativas, mas logo se viu superado pela experiência e habilidade de Djokovic. Antes do encontro, Djokovic havia elogiado Rune, afirmando que o dinamarquês estava "pronto para grandes coisas", mas não foi dessa vez que ele conseguiu surpreender.

A partida começou com a quadra central coberta devido à chuva no início da noite. Rune demorou 12 pontos para entrar no jogo, enquanto Djokovic lidava com uma questão estomacal misteriosa que parecia não afetar significativamente seu desempenho. O joelho operado também não mostrou sinais de problema, sugerindo que o tratamento pós-operatório de Djokovic deveria ser registrado na história da medicina.

Com uma vitória simples, Djokovic segue agora para enfrentar o cabeça de chave número 9, Alex de Minaur. Em um ano sem títulos ou finais, a saga do joelho parece ter renovado a motivação do sérvio. Ele não pode vencer seu oitavo campeonato nessas circunstâncias, mas é exatamente isso que ele está determinado a fazer.

"Estou muito satisfeito," disse Djokovic após a partida. "Não acho que Holger jogou perto do seu melhor. Foi um começo difícil para ele. Esperar o dia todo para entrar em quadra nunca é fácil, ficando cada vez mais tenso e estressado."

Djokovic, aos 37 anos, ainda está desfrutando de seu tempo em quadra e mal pode esperar para enfrentar De Minaur, um dos jogadores mais rápidos do circuito. "Alex é um dos mais rápidos, senão o mais rápido jogador do Tour. Mas ainda estou gostando de correr aos 37 anos. Ansioso pela partida," completou Djokovic.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados