Hamilton se emociona com homenagem prestada por filho de Schumacher

Este foi realmente um momento surreal. Aquele que vou lembrar para sempre", escreveu o piloto Lewis Hamilton, após receber o capacete que foi de Michael Schumacher

(Foto: Divulgação F1)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – "Eu me lembro de assistir Michael quando criança, vencendo todas aquelas corridas e eu sonhava em estar lá eu mesmo. Mostra que os sonhos podem se tornar realidade. Um grande, grande obrigado a @SchumacherMick, este foi realmente um momento surreal. Aquele que vou lembrar para sempre", escreveu o piloto Lewis Hamilton, após receber o capacete que foi de Michael Schumacher. Saiba mais sobre seu recorde, em reportagem da Reuters:

LONDRES (Reuters) - Lewis Hamilton igualou Michael Schumacher com o recorde do maior número de vitórias (91) em todos os tempos na Fórmula 1 ao triunfar no Grande Prêmio de Eifel neste domingo e de quebra ficar mais perto da conquista do seu sétimo título mundial na categoria.

Enquanto o britânico triunfava em Nuerburgring, o mesmo circuito alemão onde a lenda da Ferrari Schumacher venceu cinco vezes, o companheiro de equipe de Hamilton na Mercedes Valtteri Bottas sofreu um enorme revés em suas chances de título ao abandonar a prova pela primeira vez na temporada.

Hamilton, que comemora sua sétima vitória no ano, está agora 69 pontos à frente do finlandês na classificação, faltando seis provas para o fim.

Max Versteppen, da Red Bull, terminou em segundo e conquistou um ponto de bônus pela volta mais rápida, com o australiano Daniel Ricciardo em terceiro pela Renault, o primeiro pódio dele desde 2018, quando estava na Red Bull.

O filho de Schumacher, Mick, líder da Fórmula 2 e que poderá competir contra Hamilton na próxima temporada, presenteou o britânico com um dos capacetes vermelhos do seu pai, da segunda passagem dele pela F1 com a Mercedes.

“Parabéns e isso é em nome de todos nós. Uma grande conquista, de verdade”, disse Mick, cujo pai sofreu graves ferimentos na cabeça em um acidente de esqui em 2013 e não foi mais visto em público desde então.

“Muito obrigado, é uma honra”, disse Hamilton antes de subir ao pódio no circuito mais próximo de onde Schumacher vivia na infância, em Kerpen. “Eu nem sei o que dizer.”

“Quando você cresce vendo alguém, geralmente idolatra essa pessoa. Não só pela qualidade do piloto, mas pelo que ele é capaz de fazer continuamente, ano após ano, corrida na corrida e semana após semana”, acrescentou o britânico.

“Testemunhando o domínio dele por tanto tempo, eu acho que ninguém, especialmente eu, imaginava eu que estaria perto do Michael em termos de recordes e números. Portanto, é uma honra incrível e vai levar algum tempo para me acostumar com isso.”

Hamilton disse que só percebeu o significado do que alcançou quando entrou no pitlane após passar pela bandeira quadriculada.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247