Lacoste cogita cortar patrocínio de Djokovic após deportação da Austrália

Tenista não participa do torneio por se recusar a tomar vacinas

www.brasil247.com - Novak Djokovic
Novak Djokovic (Foto: Novak Djokovic)


247 – "A Lacoste, a principal patrocinadora de Novak Djokovic, disse que planeja 'reavaliar' os acontecimentos que levaram à deportação da estrela do tênis a da Austrália, o que chama a atenção para as consequências potenciais para atletas que continuam sem se vacinar contra a covid-19", aponta reportagem do Financial Times, publicada no Valor.

“Assim que possível, entraremos em contato com Novak Djokovic para avaliar os acontecimentos que acompanharam sua presença na Austrália”, disse a Lacoste ontem. Controlada pelo grupo suíço MF Brands, a Lacoste assinou um acordo plurianual com Djokovic como patrocinador de uniformes em 2017. De acordo com a Forbes o número um mundial masculino ganha US$ 30 milhões ao ano com contratos de patrocínio.

A reavaliação ocorre após Djokovic, que se recusou a ser vacinado contra covid-19, ter dito que estava “extremamente decepcionado” com o fato de os tribunais australianos terem decidido manter a decisão do governo de cancelar seu visto. A determinação implica a impossibilidade de ele competir no torneio Aberto da Austrália deste mês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email