Michael Jordan abre segunda clínica médica gratuita para pacientes com coronavírus

O ex-jogador de basquete Michel Jordan, 57 anos, inaugurou a segunda clínica gratuita em Charlotte (EUA), para dar acesso aos que não têm seguro saúde

Michael Jordan
Michael Jordan (Foto: REUTERS/Benoit Tessier)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Considerado o melhor jogador de basquete de todos os tempos, o norte-americano Michel Jordan, 57 anos, inaugurou a segunda clínica gratuita em Charlotte, Estados Unidos, para pessoas que não podem pagar atendimento médico. Eles não têm Sistema Único de Saúde (SUS) como o Brasil.

O objetivo do ex-jogador é dar acesso aos que não têm seguro saúde e complementar serviços que já são realizados pela primeira clínica, a Novant Health Michael Jordan Family Medical Clinic. Os relatos foram publicados pela CNN americana

De acordo com Carl Armato, CEO e presidente da Novant Health, "o impacto da primeira clínica foi mensurável e se a COVID-19 nos ensinou alguma coisa, é a importância de ter atendimento acessível, seguro e de qualidade nas comunidades que mais precisam". 

"O compromisso de Michael Jordan em melhorar a saúde de nossas comunidades, e a sociedade tem raízes profundas", disse ele em comunicado.

O projeto teve início há três anos, graças ao aporte de US$ 7 milhões de dólares, pouco mais de R$ 40 milhões doados pelo jogador.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247