Rebeca Andrade nega ser bolsominion: “curti posts sem querer”

Ginasta utilizou suas redes sociais para esclarecer algumas curtidas equivocadas

www.brasil247.com - Rebeca Andrade compete na final do solo na Olimpíada Tóquio 2020
02/08/2021 REUTERS/Lisi Niesner
Rebeca Andrade compete na final do solo na Olimpíada Tóquio 2020 02/08/2021 REUTERS/Lisi Niesner (Foto: REUTERS/Lisi Niesner)


247 - Rebeca Andrade, ginasta brasileira que conquistou a medalha de ouro no Mundial de ginástica no individual geral e o bronze no solo, utilizou suas redes sociais para esclarecer algumas curtidas que ela deu no Instagram nos últimos dias, que xingavam Luis Inácio Lula da Silva (PT) — que venceu as eleições presidenciais do Brasil. As informações são do portal UOL.

"Pessoal, acabei de ver alguns comentários sobre postagens que eu curti no Instagram nas últimas semanas, e vim aqui explicar a situação. Prezo muito pelos meus princípios e pelo que acredito como mulher preta, mulher cidadã. Curti algumas postagens sem que tivesse sequer visto os conteúdos, como pode acontecer com todo mundo", iniciou a atleta.

"Peço desculpas, sim, pela interpretação errada, pelo mal-estar que isso gerou, especialmente em um momento tão importante e feliz da minha vida. Tenham certeza de que foi um erro, curti as postagens sem ver o conteúdo. Obrigado pelo 'puxão de orelhas'. Vou ficar muito mais atenta", acrescentou.

 O youtuber Felipe Neto comentou a respeito da situação:

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247